Sugestão de Atividades – Piolhos

01 Jan de 2007
Algumas Dicas de atividades com o tema Piolho:
Informar as famílias sobre o projeto;
Apresentar um piolho “verdadeiro” às crianças;
Trazer informações sobre este inseto parasita e conversar sobre este assunto com a turma;
Buscar palestrantes e outras pessoas para prestarem depoimentos sobre o tema;
Criar um momento para diagnosticar a presença de piolhos entre os alunos;
Promover e estimular os cuidados diários;
Criar histórias, poemas, músicas e dramatizações abordando o tema e apresentá-los à turma;
Atividades de recorte: Palavra PIOLHO – letras inicial e final, gravuras sobre a parte do corpo humano em que o pilho se instala e sobre hábitos de higiene;
Perfurar a letra inicial da palavra PIOLHO;
Número de letras da palavra, número de letras repetidas;
Explorar a cor deste parasita e a mudança de cor decorrente da coloração dos cabelos em que eles se encontram;
Criar um piolho de formas geométricas;
Entrevista: Você já teve piolhos? Como conseguiu eliminá-los?
Enviar receita de Shampoo caseiro para as residências das crianças;
Explorar a receita do Shampoo caseiro;
Desenhar e enfeitar piolhos utilizando as técnicas de mosaico, papel rasgado, bolinhas de papel, pintura a dedo ou com o pincel;
Confeccionar piolhos com a massa de modelar;
Promover uma exposição das atividades das crianças;
Quebra-cabeças com o desenho do piolho e com a palavra;
Improvisar brincadeiras ou adequar as já conhecidas, ao projeto;
Atividades com o corpo: História articulada – O piolho está dormindo, agora está acordando, espreguiça bem devagar, Vira para o lado direito e depois para o lado esquerdo, abre os braços, agora se levanta, anda bem devagar (andar como um piolho), procura um lugar em meio aos cabelos para picar, ele percebe que uma mão e aproxima para lavar a cabeça e saí correndo, a mão pega o piolho e o deixa cair no chão do banheiro, o piolho vai embora pelo ralo e a criança continua tomando seu banho.
Elaborar uma dramatização com a participação das crianças e convidar a comunidade educativa para assisti-la.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*