A Bolha de sabão mágica

01 Jan de 2007
Era uma vez…

A Bolha de Sabão Mágica

Frederico um menino de 8 anos, morava com seus pais e mais 8 irmãos, na vila dos sete anões (nos livros constam que era só a casa dos sete anões que ficava naquela floresta, segundo a Ísis era uma vila e os moradores de lá eram os trabalhadores do Castelo da Branca de Neve), seu pai e irmãos trabalhavam todos no Castelo. Frederico ficava em casa e ajudava a mãe nos afazeres como, cortar lenha, buscar água do poço etc. Todas as tardes Frederico brincava com os amigos em uma clareira, mas naquela tarde a mãe do menino não deixou, disse que tinha tido notícias de uma bruxa pelas redondezas, (hoje sabemos que a tal bruxa, na verdade, era a Madrasta a procura da Branca de Neve para entregar a maçã envenenada). A mãe do menino, naquela tarde, lavava roupas no quintal e Frederico ficou por perto dela, brincando em uma tina de madeira cheia de água com sabão, enchia suas mãozinhas de sabão e assoprava, fazendo voar várias bolinhas de sabão. Então Frederico imaginou que poderia ser uma bolha de sabão para poder ser livre e voar até onde estavam seus amigos. Pois seu pedido se realizou, ele fez uma bola tão grande que o envolveu e flutuou com o menino, fazendo viver várias aventuras no alto do céu.

(História de Aline Albano e Déia Albano).

Idéia da Andréia Nunes, da Sala de Literatura. Veja só o que ela aprontou na aula: Recebi as crianças na sala de literatura, disse que receberiam visita naquele dia… Como de costume elas foram sentar no tapete e esperar a chegada da convidada que contaria a história. Me despedi e pedi que recebessem bem a convidada. Em seguida me vesti rapidamente atrás de um biombo, na sala de aula mesmo, e assoprei algumas bolinhas de sabão sem as crianças me verem, só isso já foi um alvoroço na sala. Ísis (personagem) chegou, agradou e começou contar a história, as crianças gostaram, ficaram atentas a todos os detalhes e disseram “ahhhhhhh” quando terminou. É uma delícia quando isso acontece.”

Turminha da Andréia.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*