Projeto Monteiro Lobato para Educação Infantil

14 Abr de 2014
Oi gente!!!
Toda criança é apaixonada por histórias e desenhos. E no mês do aniversário de Monteiro Lobato, um dos nossos escritores mais amados, o assunto não poderia ser outro: histórias e desenhos. Apresentamos a você o Projeto Monteiro Lobato, para trabalhar o Sítio do Pica-pau amarelo e toda a sua turma, com muita criatividade, arte e ludicidade, a fim de estimular ainda mais o aprendizado de nossas crianças. 


Justificativa
Conhecer as obras de Monteiro Lobato deveria ser atividade obrigatória e básica de todas as escolas. Lobato significa literatura de qualidade e não ler sua obra significa abrir mão de livros que representam nossa própria identidade cultural. Trabalhar Monteiro Lobato, é vivenciar dentro da literatura infantil um mundo rico em cultura, em um mundo mágico de personagens que encantam a todos!

Objetivos gerais

Contribuir com a difusão das obras de Monteiro Lobato
Conhecer as obras de Monteiro Lobato e com isto, desenvolver a imaginação, a fantasia, a criatividade muito mais! 

Objetivos específicos

Conhecer Monteiro Lobato, bem como suas obras;
Promover apresentações teatrais de alguns dos personagens do Sítio do Pica-Pau Amarelo;
Desenvolver a linguagem oral a partir das músicas do sítio;
Estimular a memória e a percepção visual;
Sensibilizar os alunos quanto à valorização e a importância da nossa literatura;
Estimular a fantasia e a imaginação através de diversas atividades;
Conhecer a importância de Monteiro Lobato na literatura e na história do Brasil;
Ouvir, recontar e dramatizar histórias;
Trabalhar personagens do sítio do Pica-Pau Amarelo, através de pequenas biografias de cada um;
Produzir textos coletivos sobre os personagens do sítio;
Identificar no livro: títulos, ilustradores, autores, personagens;
Criar hábitos de leituras através da recontação das histórias;
 Metodologias
Biografia de Monteiro Lobato e de alguns dos personagens do sítio;
Apresentação de Monteiro Lobato através de fotos, histórias etc.
Quebra-cabeça; músicas; filmes; 
Cartazes; dobraduras; desenhos;
Pintura; recorte e colagem;
Confecção de bonecos;
Culinária: bolinhos de chuva etc;
Confecção de um livro coletivo;
 Modelagem; DVD e CD;
Contação de histórias através de fantoches, máscaras, varal, mural, teatro de sombras, dramatizações etc;
Conto, reconto e interpretação;
Oficinas literárias com contos de histórias originais do autor, realizadas pelas professoras;
Boliche numérico com as figuras do sítio coladas associando número e quantidade;
Elaboração de painéis compondo conjuntos: “O que pertence ao Pedrinho?” (bola de gudes, macacão e estilingue). O não pertence (bola colorida, sandálias e guarda-chuva).

Histórias e Contos
Selecione alguns contos curtinhos de Monteiro Lobato e leia-os para a turminha, explicando as palavras que as crianças não entenderam. Use recursos lúdicos e criativos como dedoches e fantoches. Abra espaço para os pequenos interferirem a vontade ao longo da leitura, pois esta intervenção enriquece a construção imaginária dos personagens da narrativa.
Encenação e Reconto
Faça a recontação das histórias, interpretando-as com os alunos. Confeccione, junto com a turma, o cenário do sítio do pica pau amarelo em uma cartolina. Permita que a turminha desenhe, pinte ou rabisque de acordo com a maneira que cada um imagina o Sítio. Avalie nesta etapa a expressão artística dos pequenos dentro da temática. Não se esqueça de também construir com os alunos, os principais personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo, utilizando materiais disponíveis na escola ou reciclagem.
Visconde com espiga de milho
Visconde de Sabugosa de verdade??? Esta é uma sugestão muito prática e lúdica. Depois de contar a história dos personagens, que tal fazer o Visconde de Sabugosa usando uma espiga de milho? Aprenda AQUI.
A Cuca feita de garrafa pet
Aproveite a oficina de reciclagem para fazer com a turma a cuca, com reciclagem de garrafa pet e pote de sorvete. Estes trabalhos podem ser expostos para toda a escola na culminância do projeto. Aprenda aqui.
Dedoches e Fantoches
A história do Sítio vai ficar muito mais interessante e divertida se contada com dedoches ou fantoches feitos com reciclagem. Sugerimos a confecção de dedoches feitos com reciclagem de rolo de papel higiênico, tem passo a passo aqui. As crianças aprendem sobre Monteiro Lobato e também sobre a preservação do Meio Ambiente. Aproveite para falar aos alunos que a turma vive num sítio, amam a natureza e sabem preservá-la.

Aprenda aqui a fazer lindos fantoches com rolo de papel higiênico, usando a técnica do empapelamento.

Arte com Origami
A turma do Sítio do Pica Pau Amarelo toda feita em origami é uma sugestão muito criativa e lúdica, as crianças amam esta técnica. Veja com passo a passo como fazer todos os personagens aqui.

Culinária

A receita mais indicada para trabalhar com as crianças neste projeto é o famoso bolinho de chuva da tia Anastácia, além de fácil, pode ser feita pelas próprias crianças, também é deliciosa! Receita AQUI.



Lembrancinhas
As lembrancinha para este projeto podem ser feita pelos próprios alunos em oficinas de sucata e reciclagem. Temos aqui uma linda dica para fazer a Emília e o Visconde com palitos de picolé, aprenda!

Outra sugestão mais simples e fácil de fazer e que tem tudo a ver com o tema, são marca páginas de Monteiro Lobato para imprimir. Você pode imprimir e recortar ou também colar o papel sobre EVA, fazer um furinho e passar uma fita. Veja vários modelos para imprimir aqui.

Culminância

As professoras podem se caracterizar de alguns dos personagens do sítio do Pica-Pau Amarelo e fazer uma dramatização. Ao final, faça um delicioso lanche com bolinhos de chuva da tia Anastácia e distribuição de lembrancinhas.

GOSTOU? COMENTA AÍ!!!

Artigos Relacionados

1 Comentário

    Gilnnes Souza 18 de fevereiro de 2016 às 02:37

    Parabéns pelo trabalho! Ideias pedagógicas de muita qualidade. Nossa educação agradece pelo constante auxílio que você nos repassa através da sua página! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*