05 Dicas para trabalhar matemática e Copa 2014

14 Fev de 2014
Oi gente!!!
Vocês nem imaginam o quanto tem de matemática nos jogos de futebol. Como este ano quase tudo vai girar em torno da Copa do Mundo, viemos mostrar aqui 05 dicas muito úteis para trabalhar matemática com a Ensino Fundamental. Vamos ver? Da Nova Escola.

Comece a aula propondo aos alunos um exercício de cálculo de áreas no campo apresentando a reprodução do campo de futebol acima. 
Peça que a classe identifique as figuras geométricas pintadas no gramado – retângulos, circunferências, semicircunferências e quadrantes. 
Com o giz, desenhe no chão um quadrado de 1 metro de lado. Pergunte quantos iguais a esse, dispostos em seqüência, são necessários para completar a linha lateral e a linha de fundo. Conhecendo o comprimento e a largura do espaço de jogo, os alunos perceberão que as respostas são 105 e 68, respectivamente. Assim, eles podem determinar também a área do campo, bastando calcular o total de quadrados de 1 metro que cabem dentro dele (ou simplesmente multiplicar o número de quadrados da linha lateral pelo da linha de fundo). 
Peça também que eles calculem as áreas da pequena e da grande área, mas desta vez utilizando a fórmula do comprimento vezes largura. Com os resultados, eles podem estimar a densidade (concentração) de jogadores por metro quadrado em determinados momentos do jogo. 
A tabela dos jogos da copa serve de base para exercícios de organização tabular. Explique que 32 países estão distribuídos em oito chaves nomeadas de A a H. Leve a turma a contar o total de jogos em cada grupo na primeira fase e proponha o levantamento de possibilidades.Qual a chance de a seleção brasileira passar para as oitavas-de-final, mesmo perdendo duas das três partidas da primeira fase? Explique que, pelos critérios da Fifa, só existe uma chance: um dos times da chave teria de ganhar todos os jogos e os outros dois teriam de vencer só um cada um. Nesse caso, teríamos de superá-los no critério do saldo de gols (o número de gols marcados menos o de gols sofridos).

Curiosidades matemáticas sobre futebol – A rapidez da bola

Depois de cabeceada, a bola pode se deslocar a uma velocidade de até 60 quilômetros por hora.
– O gol mais rápido da história das copas foi marcado pela Turquia contra a Coréia do Sul, em 2002. O jogador Hakan Suzun fez a rede balançar aos 11 segundos do primeiro tempo.
– Um chute forte, de 90 quilômetros por hora, percorre os 11 metros entre a marca do pênalti e o goleiro em 440 milésimos de segundo.

Artigos Relacionados

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*