07 dicas para evitar mordidas na creche

27 Jan de 2016
Oi!
Recebi alguns pedidos e estou atendendo…

Morder é algo natural para os bebês. As ocorrências de mordidas entre crianças rapidamente trazem os pais à escola. Os pais da criança mordida vêm indignados com a marquinha que encontraram em seu filho. Os da criança que mordeu ficam preocupados com o seu comportamento, com a criança receber algum rótulo etc. Para amenizar essa tensão e te ajudar a solucionar este problema, estamos postando aqui algumas dicas muito importante, confira!


Crianças não param totalmente de morder… mas criar uma rotina de atividades ajudem as crianças a se expressarem e a descarregarem suas tensões, diminuindo a ocorrência das dolorosas mordidas. Confira aí algumas dicas:
Atividades de manipulação de papel, como rasgar, amassar, rasgar revistas velhas, fazer bolinhas com papel, tudo para aliviar a agressividade. 
Momentos de manipulação de massinha: modelar, jogar, bater com força, esticar etc. 
Exploração de diferentes texturas: ofereça às crianças materiais como algodão, lixa, gelo e coisas moles, como mingau colorido com corante e sagu. 
Atividades artísticas com guache, pincel, canetinha, oferecendo a elas telas de pintura, cartolina, papelão, papel etc. 
Atividades com música, cantando, batendo palma e dançando. 
Brincadeiras com água e lama no jardim. As situações ao ar livre são essenciais para qualquer criança.
Muitas historinhas, contadas com fantoches e uma entonação de voz atraente e cheia de suspense.

Beijos e até a próxima…  Do site Guia Prático.
DICA DA LEITORA: É preciso entender que esta é a chamada “Fase oral”, ela acontece desde o período de bebê até os 2 anos de idade, mas tem crianças que passam por esta fase tardiamente, ela deve ser compreendida pelos pais e professores, a melhor forma é distrair a criançada e usar do acontecido para mostrar às crianças que a mordida dói, machuca e que o(a) amiguinho(a) não gostou. A criança sente prazer em morder, ela não faz isso por maldade, e não são todas as crianças mordem na fase oral, algumas demonstram esta fase colocando objetos ou até mesmo as mãos e dedos na boca, é aí que a atenção faz-se necessária, pois há objetos que podem ser engolidos ou machucar os pequenos. Pais e professores: cuidem dos pequenos e não se culpem e não usem da agressão verbal e muito menos física com a criança que mordeu, pois quem bate para ensinar está ensinando à bater!  (Aline Jaison)

Artigos Relacionados

2 Comentários

    Andréia Felix 18 de março de 2015 às 09:58

    Parabéns! Como sempre o "Pra Gente Miúda" enriquecendo nossa prática educativa.
    Na creche que trabalho sofremos todos os anos com as famosas mordidas…
    Mas quando pais e professores conseguem entender tudo que está descrito na postagem, nossos problemas de mordidas acabam…. Obrigada!

    Bianca Bononi 29 de janeiro de 2016 às 09:33

    A cada post uma surpresa. Muito bom se identificar com o conteúdo. Parabéns mais uma vez.
    Já sou fã de vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*