Mãozinhas de EVA para trabalhar percepção tátil

12 Mai de 2015
Oi gnete!!!
Vim mostrar a vocês como fazer mais um material para estimular a percepção tátil das crianças… Já ensinamos a fazer aqui os pezinhos, para as crianças andarem e pisarem… agora vamos fazer as mãozinhas de EVA com palito de picolé, para segurar e passar a mãozinha… Esta atividade é ótima para reconhecer as diferentes sensações e percepções relacionadas ao tato e é muito fácil de fazer!
De que vamos precisar?
Vamos precisar de mãozinhas de EVA, palitos de picolé e materiais de várias texturas… eu usei penas, botões, plástico bolha, lixa, pompons, canudinhos, tampinhas pet… Você pode usar o que tiver em casa! 

Como que faz?
Recorte as mãozinhas no EVA e recorte também um círculo de EVA de outra cor. No círculo, cole seus materiais. Depois cole o palito de picolé atrás para a criança segurar. Se quiser um resultado ainda melhor, depois de colar o palito de picolé, cole a peça sobre outro EVA (de outra cor) e recorte deixando uma bordinha. Vai ficar mais resistente e caprichado…

Mãozinha com plástico bolha, botões e penas.
Mãozinha com limpa cachimbos, lixa e pompons…Mãozinhas com tampinhas pet, canudinhos e algodão.

Se você não quiser comprar as mãozinhas prontas, pode usar o molde abaixo e fazer… vai ficar assim, uma fofura, as crianças vão adorar segurar o palito e brincar, passar a mãozinha… não se esqueça de conversar com eles sobre os materiais: duro, macio, leve…


 E aí gostou? Comenta aí!!!

5 Comentários

    jonanthas santos 5 de abril de 2016 às 00:50

    Amei.vou fazer para as professoras trabalharem já que estamos explorando os sentidos.

    jonanthas santos 5 de abril de 2016 às 01:01

    Amei.vou fazer para as professoras trabalharem já que estamos explorando os sentidos.

    Juscimara Rodrigues 1 de maio de 2016 às 10:42

    Muito bom,boa ideia vou fazer.

    Juscimara Rodrigues 1 de maio de 2016 às 10:42

    Muito bom,boa ideia vou fazer.

    Mônica 17 de junho de 2016 às 01:42

    Amei a ideia vou fazer pois estou trabalhando os sentidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*
*