Pesquise - Não use acento nas palavras para pesquisar

Custom Search

sexta-feira, 30 de maio de 2008

facebook 1 blogger

ESPANTALHO

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter


ESPANTALHO, upload feito originalmente por Artimel - arte em e.v.a. (by Ingrid).

Da Ingrid, o PAP está no Artesanato na Rede!!!

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |

quarta-feira, 28 de maio de 2008

facebook 0 blogger

Atividades com versos

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Oi!
Esta atividade faz parte do projeto para trabalhar com maternal no dia dos pais que postei aqui. Clique na imagem para salvar em tamanho original.

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

O que o papai usa pra jogar?

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Oi!

Esta atividade faz parte do mini projeto para o dia dos pais que postei aqui.
Clique na imagem para salvar em tamanho original.

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 1 blogger

A história

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Foi em 18 de junho de 1908, que chegou ao porto de Santos o Kasato Maru, navio que trouxe 165 famílias de japoneses. A grande parte destes imigrantes era formada por camponeses de regiões pobres do norte e sul do Japão, que vieram trabalhar nas prósperas fazendas de café do oeste do estado de São Paulo.

No começo do século XX, o Brasil precisava de mão-de-obra estrangeira para as lavouras de café, enquanto o Japão, passava por um período de grande crescimento populacional. A economia nipônica não conseguia gerar os empregos necessários para toda população, então, para suprir as necessidades de ambos países, foi selado um acordo imigratório entre os governos brasileiro e japonês.

Nos primeiros dez anos da imigração, aproximadamente quinze mil japoneses chegaram ao Brasil. Este número aumentou muito com o início da Primeira Guerra Mundial (1914-1918). Pesquisas indicam que de 1918 até 1940, aproximadamente 160 mil japoneses vieram morar em terras brasileiras. A maioria dos imigrantes preferiam o estado de São Paulo, pois nesta região já estavam formados bairros e até mesmo colônias com um grande número de japoneses. Porém, algumas famílias espalharam-se para outros cantos do Brasil como, por exemplo, agricultura no norte do Paraná, produção de borracha na Amazônia, plantações de pimenta no Pará, entre outras.

O começo da imigração foi um período difícil, pois os japoneses se depararam com muitas dificuldades. A língua diferente, os costumes, a religião ,o clima, a alimentação e até mesmo o preconceito tornaram-se barreiras à integração dos nipônicos aqui no Brasil. Muitas famílias tentavam retornar ao país de origem, porém, eram impedidas pelos fazendeiros, que as obrigavam a cumprir o contrato de trabalho, que geralmente era desfavorável aos japoneses. Mesmo assim, eles venceram estes problemas e prosperam. Embora a idéia inicial da maioria fosse retornar para a terra natal, muitos optaram por fazer a vida em solo brasileiro obtendo grande sucesso.

Durante o período da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), os japoneses enfrentaram muitos problemas em território brasileiro. O Brasil entrou no conflito ao lado dos aliados, declarando guerra aos países do Eixo (Alemanha, Itália e Japão). Durante os anos da guerra a imigração de japoneses para o Brasil foi proibida e vários atos do governo brasileiro prejudicaram os japoneses e seus descendentes. O presidente Getúlio Vargas proibiu o uso da língua japonesa e as manifestações culturais nipônicas foram consideradas atitudes criminosas.

Com o término da Segunda Guerra Mundial, as leis contrárias à imigração japonesas foram canceladas e o fluxo de imigrantes para o Brasil voltou a crescer. Neste período, além das lavouras, muitos japoneses buscavam as grandes cidades para trabalharem na indústria, no comércio e no setor de serviços.

Atualmente, o Brasil é o país com a maior quantidade de japoneses fora do Japão. Plenamente integrados à cultura brasileira, contribuem com o crescimento econômico e desenvolvimento cultural de nosso país. Os japoneses trouxeram junto com a vontade de trabalhar, sua arte, costumes, língua, crenças e conhecimentos que contribuíram muito para o nosso país. Juntos com portugueses, índios, africanos, italianos, espanhóis, árabes, chineses, alemães e muitos outros povos, os japoneses formam este lindo painel multicultural chamado Brasil.

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

Atividades sobre o Japão

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter





Clique para ampliar e ver melhor os detalhes e imprimir!

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 1 blogger

Uma entrevista com o papai

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Oi!

Esta atividade faz parte do mini projeto para o dia dos pais que postei aqui.
Clique na imagem para salvar em tamanho original.


| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

Vamos contar até 10?

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Vamos contar até 10 em japonês?
iti ni san shi gô roku shiti hati kyo dyu
Tente com seus alunos!

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |

terça-feira, 27 de maio de 2008

facebook 0 blogger

Idéias Juninas

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter


collage junina II, upload feito originalmente por oficina.de.criatividade.

Mais idéias maravilhosas da Jacirinha!!!

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 3 blogger

Hiragana, Katakana e Kanjis

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

O Hiragana tem 48 caracteres que representam cada um, uma sílaba. Para escrever uma palavra trissílaba (com três sílabas) em Hiragana, por exemplo, utilizam-se três caracteres. É o alfabeto mais utilizado no Japão.

O Hiragana tem 48 caracteres que representam cada um, uma sílaba. Para escrever uma palavra trissílaba (com três sílabas) em Hiragana, por exemplo, utilizam-se três caracteres. É o alfabeto mais utilizado no Japão.

O Katakana é muito semelhante ao Hiragana: também possui 48 caracteres que representam sílabas. Em ambos os alfabetos, cada caractere representa um som (como “ka”, a junção do som de “k” e a vogal “a”) . A principal diferença entre eles é que o Katakana é utilizado para escrever nomes de países, palavras de origens estrangeiras ou ocidentais e também nomes de produtos e onomatopéias.

Já os mais de 40 mil kanjis formam um alfabeto completamente diferente dos dois acima. Mais que um alfabeto, o Kanji é um conjunto de símbolos que representam idéias, conceitos, e podem ter mais de um significado. Apesar do número extenso de caracteres existentes, é necessário saber 1.945 deles para ser considerado alfabetizado no Japão (é o número de kanjis ensinado nas escolas). Portanto, pode ser que um japonês adulto e alfabetizado se depare com kanjis que não conheça ao longo de sua vida.

Assim, um kanji, ou ideograma, é uma “imagem pictográfica” do que se quer dizer. Então, a partir de um simples “radical” (um traço específico) pode-se decompor vários significados, o que torna o aprendizado mais simples. Por exemplo:

Os alfabetos japoneses tiveram origem no chinês e, assim, foram adaptados e transformados em Katakana, Hiragana e Kanji. Mesmo com a adaptação e o passar dos tempos (estima-se que o primeiro alfabeto japonês tenha surgido no século IV), ainda há muita semelhança entre caracteres chineses e japoneses.

Hiragana e Katakana - Como funcionam?

A forma de se escrever algumas palavras em japonês é bastante peculiar. Algumas letras comuns do alfabeto romano (o que utilizamos) como “V” e “L” não existem nem no Hiragana ou no Katakana. Assim, é comum ouvir japoneses trocando o “V” pelo “B” e o “L” pelo “R” na hora de falar (ex.: a palavra em inglês “vilan”, que significa vilão, seria dita “biran” por um japonês).

As vogais A, I, U, E, O (nesta ordem) e a consoante N podem ser representados por apenas um caractere tanto em Hiragana como em Katakana. Os demais caracteres dos dois alfabetos são representados por duas ou mais letras juntas, formando sílabas.

Veja alguns exemplos dos dois alfabetos abaixo:

Hiragana:



Katakana:

Estas são sílabas básicas da escrita japonesa. Existem ainda outras variações de sílabas, como “CHI” e “KYO”, ou mesmo sílabas como “DA” e “JI”.

Outra curiosidade do alfabeto japonês é a inexistência de encontros de consoantes como “BR” e “TR”, por exemplo. Por ser escrita (e falada) silabicamente, esses encontros consonantais acabam sendo decompostos em sílabas com vogais. A palavra “Bra-sil”, por exemplo, em japonês, vira “Bu-ra-ji-ro”. Além da decomposição de “BR”, o “S” com som de “Z”, no caso, é substituído pelo “J”.

Complicado, né? Não é à toa que existem japoneses que morrem velhos sem conseguir ler por completo um simples jornal diário. Mas isso acontece porque, além de serem a maneira de se comunicar por escrito dos japoneses, os kanjis e caracteres são como uma forma de arte no Japão. Sua escrita é delicada e exige até mesmo uma ordem correta para se desenhar os “traços”. Tudo isso é mantido ainda hoje na terra do sol nascente, com o objetivo de preservar essa cultura milenar tão apreciada no mundo todo.

Fonte: Brasil Escola

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 1 blogger

Alfabeto Japonês

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Se você acha difícil aprender normas e regrinhas do português, imagina então os japoneses, que têm de aprender a falar a língua e escrevê-la de três maneiras diferentes. Isso porque há três maneiras de se escrever o japonês, em Hiragana, Katakana e o Kanji. Esses três alfabetos são utilizados para se comunicar no Japão e cada um tem suas peculiaridades.
Os alfabetos japoneses tiveram origem no chinês e, assim, foram adaptados e transformados em Katakana, Hiragana e Kanji. Mesmo com a adaptação e o passar dos tempos (estima-se que o primeiro alfabeto japonês tenha surgido no século IV), ainda há muita semelhança entre caracteres chineses e japoneses.

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 1 blogger

Lembrancinha Japonesa

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter










Algumas idéias para lembrancinha sobre a Cultura Japonesa. Imagens retiradas de vários sites da internet, se você é o autor de alguma delas, pode reclamar seu direito que dou os créditos.

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 6 blogger

Maquiagem Japonesa

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

MAQUIAGEM ORIENTAL

Use um delineador líquido na pálpebra superior (estique bem a pálpebra pra fazer o traço, isso evita que o traço borre) e use um delineador bastão embaixo, por dentro do olhos (normalmente não use rímel pois eles abrem os olhos). Pra fazer a sombra use tons de marrom escuro, tente fazer um esfumaçado a partir do canto do olho, num traço finíssimo e não muito longo. Na boca, um batom super-hiper-vermelho sem brilho. O blush você aplica abaixo da maçãs do rosto, na diagonal, como se estivesse afinando o rosto. Use corretivo pra tampar olheiras e imperfeições e base no tom da pele, com pó compacto logo em seguida.
Outra sugestão de sombra é você comprar uma sombra em pó vermelha (a marca contém 1g tem) e fazer um retângulo a partir do começo do seu olho até o final da sombrancelha, fazendo o mesmo passo com delineador como anteriormente.

MAQUIAGEM DE GUEIXA
Se você quer uma maquiagem de Gueixa, depois de passar a base, o corretivo e o pó compacto, passe pó de arroz em todo o rosto, faça o contorno na palpebra superior como citado acima, e, abaixo da pálpebra inferior, você faz uma pequena bolinha preta bem no centro dos olhos e apenas um pequeno risco vermelho acima dos olhos onde está o contorno. Na boca, batom vermelho novamente, mas com o diferencial: que você não vai passar na boca inteira, e sim, apenas no meio (vai ficar como um coraçãozinho) não passe e blush e está pronto!

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 2 blogger

Mangás para Colorir

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter










| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

Mangás

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter


O mangá ou manga é a palavra usada para designar as histórias em quadrinhos japonesas, o seu estilo próprio de desenho e o movimento artístico relacionado. No Japão designa quaisquer histórias em quadrinhos. Vários mangás dão origem a animes para exibição na televisão, em vídeo ou em cinemas, mas também há o processo inverso em que os animes tornam-se uma edição impressa de história em sequência ou de ilustrações.
Veja alguns desenhos em estilo mangá para Colorir aqui.



| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

O Dragão

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter



  1. Pinte dois copos de papel de verde e dois de laranja.
  2. Use cola para colar os fundos juntos. Depois de secar por alguns minutos, o corpo do Dragão está pronto!
  3. Desenhe a cabeça do Dragão no papel verde e recorte. Desenhe o nariz as orelhas e os olhos no papel vermelho e a língua no papel laranja. Desenhe 5 dentes e um pequeno círculo no papel branco. Recorte todas essas formas e cole na cabeça do dragão conforme o modelo. Desenhe a linha nos olhos do dragão em preto. Use Power Pritt para colar a cabeça do dragão no primeiro copo de papel.

Fonte: Pritt World

| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 3 blogger

Trabalhando com Sucata

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

GUEIXA COM SUCATA,


Vamos fazer? Com potinho de danone e bolinha de isopor, faça várias personagens com seus alunos em sala de aula, eles vão amar! Aproveite e crie outros personagens também!



JAPONESES EM ORIGAMI















Simples e fica uma graça não é verdade?









| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |
facebook 0 blogger

Livro de Origami

Faça um Curso Pedagógico | Curta no facebook | Siga no twitter

Aprenda a fazer cão, pássaro, tartaruga, balão, baléia, coroa, morsa, pomba, pinguim e muitas outras idéias maravilhosas com este livro de origami. Baixe o seu aqui.



| Nossa Política de Privacidade | Conheça o blog Atividades para Maternal |
A maioria das imagens recebo por email em grupos de troca... Caso tenha alguma foto sua aqui sem os créditos, avise-me que colocarei, ou se for o caso, retiro da postagem. |folhaide@gmail.com|Gente Miúda |

Pesquise o que está procurando AQUI, não use acento!

Custom Search
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...